Você sabe como guardar a sua cerveja?

Armazenar cervejas é simples, mas muita gente ainda faz errado. Garrafas e latas deitadas, expostas a luz e ao calor do Rio 40ºC no verão, são alguns dos problemas mais comuns. No post de hoje seguem algumas dicas básicas sobre a melhor forma de manter a bebida até a hora de abri-la.

Sempre em pé

A melhor forma de armazenar uma cerveja é com a garrafa ou lata em pé. Dessa forma é reduzido o contato da cerveja com o ar dentro do recipiente, o que evita oxidação. No caso das garrafas, também deixá o líquido afastado da tampinha, que pode causar sabores indesejados. Já quando a cerveja tem muitos sedimentos, como as não filtradas, consegue-se manter esses resíduos no fundo da garrafa e servir a bebida sem eles.

Longe da luz

Um dos grandes inimigos da cerveja enquanto ela está na garrafa é a luz. Ao entrar em contato com o líquido, ela causa com o tempo alterações em componentes do lúpulo que geram um defeito chamado light-struck, que muitos associam ao cheiro de gambá. Outros off flavors, como oxidação, também podem ser potencializados. Alias, nesse caso vale lembrar que as latas protegem muito mais a bebida.

Cuidado com a temperatura

Esse é um pouco mais difícil, pois não é tão comum ter uma adega em casa. O calor também não ajuda a bebida pode reduzir sua qualidade com o tempo. O ideal seria mantê-la entre 10ºC e 12ºC em um ambiente climatizado, especialmente para aquelas que vai guardar por mais tempo. Se não tiver como, procure algum armário ou ambiente da casa que não seja tão quente e esconda-a lá. Outra coisa que deve ser evitada ao máximo é a variação brusca de temperaturas.

Guarde o que pode ser guardado

Você pode guardar cervejas por meses ou anos para envelhecê-las e ver como se comportam. Mas é preciso fazer isso com aquelas que têm potencial para evoluírem com o tempo. Estilos nos quais o lúpulo é o grande destaque, como IPA, devem ser consumidas o mais frescas possível. Já Lambics, Imperial Stout e Imperial Porter, Barleywine, Strong Dark Ale, entre outras, são boas opções para envelhecimento. Mas esse assunto merece um post só para ele.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *