Celebre o St. Patrick’s Day com chope verde e Dry Stout

Com o crescimento do mercado cervejeiro no Brasil uma nova comemoração estrangeira veio parar no calendário do país, o Dia de São Patrício, ou St. Patrick’s Day. Padroeiro da Irlanda, a data é comemorada tanto no país de origem quanto em locais onde há grande colônia islandesa, como os Estados Unidos. E pra regar a festa a cerveja é uma das bebidas mais consumidas.

Celebrado no dia 17 de março, o St. Patrick’s Day tem diversas tradições, como usar roupas nas cores da bandeira da Irlanda e beber cerveja verde. E esta última foi uma das adotadas aqui no Brasil, mas acontece que esse costume não é do país de origem, mas sim dos Estados Unidos. Nessa matéria da Vox dá pra saber mais detalhes. E é basicamente isso que se faz até hoje na data. O sabor não muda, o aroma permanece o mesmo, só a cor que é diferente.

Se você quer comemorar com uma cerveja tradicional na Irlanda então a sua escolha tem que ser uma Irish Stout, ou Dry Stout. Pois é, por lá é comum aproveitar pints da mais tradicional das Dry Stouts, a Guinness.

guinness

Guinness é tradição no St. Patrick’s Day

O estilo

Nascido na esteira das Porters londrinas, a Dry Stout é uma cerveja escura, bastante maltada, com sabor e aroma tostado como destaque, em especial notas que lembram café. Na boca são cervejas geralmente cremosas, em especial se forem servidas com nitrogênio, que é o caso da Guinness. Tem um gole seco, é leve, com baixo teor alcoólico (entre 4 %e 4.5% ABV) e o amargor pode ser bem presente, mas em geral é bem elegante.

Se você quer seguir a tradição, procure por uma lata de Guinness. Porém, no Brasil há boas cervejas do estilo para aproveitar a data. Uma muito tradicional é a La Brunette, da Cervejaria Schmitt, do Rio Grande do Sul. Outro exemplo que vale conferir é a Duhblinn, da carioca O Motim.

Foto de fondo creado por freepik – www.freepik.es

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *