Opinião: Viva a criatividade cervejeira


Leis foram feitas para serem questionadas e, quando necessário, derrubadas. Neste fim de semana uma das mais erroneamente invocadas, completa 500 anos – a Reinheitsgebot, ou Lei de Pureza da Cerveja Alemã. Promulgada na Baviera em 1516, seus reais objetivos eram políticos e econômicos, mas o marketing em torno dela a tornou equivocadamente sinônimo de qualidade, e exerce até hoje uma pressão limitadora da criatividade, versatilidade e ousadia na bebida.

Uma coisa que precisa ser entendida por muita gente que repete de forma quase sagrada que cerveja boa só usa água, malte, lúpulo e levedura, e que invocam a Lei de Pureza para justificar isso, é que a lei sequer versava sobre qualidade. Ela falava em uma ou duas linhas sobre os ingredientes (água, cevada e lúpulo, a levedura só entrou séculso depois), e mesmo assim por motivações políticas e econômicas.

Em resumo, alguns dos motivos eram os seguintes: regular preços, tentar evitar o baile nas exportações que levavam das cervejas da Liga Hanseática (que já usavam lúpulo) e atingir rivai que possuíam o monopólio da produção de cervejas de trigo. Ou seja, qualidade era a menor das preocupações.

E não saber desses motivos reais para sua criação faz com que se exija algo sem sentido de cervejeiros que poderiam fazer muito mais se tivessem liberdade. Faz com que você descarte bebidas ricas e complexas de outras escolas cervejeiras só porque se acredita piamente em uma lei que se aplicava a um pequeno pedaço de terra. É ignorar que antes disso já existiam milênios de história na cerveja, onde cada lugar usava os ingredientes que estava disponíveis, com sabores, aromas e texturas característicos, e que isso tudo não pode ser deixado de lado por uma padronização limitante.

Sim, tem como se fazer grandes cervejas apenas com água, malte de cevada ou trigo, lúpulo e levedura. Mas também pode-se fazer cervejas espetaculares com muitos outros cereais, com especiarias, com uso de madeira, com ervas, plantas, flores e insumos diversos.

Viva a liberdade!

Viva a criatividade!

Viva a cerveja!

Categorias:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: